“Carta ao Pirata” ou “Tesouro da Mamãe” – Cordel para Crianças

Pirata – por Murilo Silva

Esta aqui é um história
Que se passa em alto mar
Num navio de piratas
Que está sempre a navegar

Capitão perna-de-pau
É caolho e carrancudo
Tem cinco dentes de ouro
Além de ser bem barbudo

Certa noite foi dormir
Depois de pilhar navios
E mergulhou em um sonho
Desses tipos bem sombrios…

Sonhou com bela sereia
Que ao seu encontro nadava
Mas que virava uma bruxa
Logo que se aproximava!

Sonhou também com um tesouro
Num baú desenterrado
Mas quando abriu a caixola
Viu caveiras aos bocados!

Foi melhor deixar trancado
O baú mal assombrado
E no sonho, o Capitão
A uma praia foi levado

Muitas conchas e corais
As ondas e a mansidão…
Foi aí que de repente
Houve uma grande explosão!

Num é que era um vulcão?!
Que espirrava lava quente?
O Capitão se jogou
Nadando contra a corrente!

E no mar se debatia
E só fazia gritar
E quem já viu um pirata
Que nunca soube nadar?

Começou a se afogar
Foi quando enfim acordou
Ufa! Era tudo um sonho!
Ainda bem que acabou!

Logo na manhã seguinte
A sua barba aparou
Pôs dentadura e um óculos
E uma decisão tomou:

O pirata encomendou
[E chegou de avião]
Uma piscina pequena
E um professor bem fortão

Fez aula de natação
Todo dia, no convés
E quem fizesse chacota
Levava logo um revés!

Também mudou a bandeira
Que no mastro era hasteada
E no lugar de caveiras
Tinha outras formas pintadas:

Uns peixinhos, bem bonitos
Anunciavam mudança
O tal Navio Pirata
Em nova fase se lança

Virou navio pesqueiro
Já não roubava ninguém
Nem procurava tesouros
Escondidos muito além

Os marujos demoraram
Foi dura a adaptação
Nada de prisioneiros
Jogados ao Tubarão…

Os canhões aposentados
Cederam lugar às redes
E foi pro lixo um quadrinho
Pendurado na parede

O quadro de uma sereia
Bem bonita e formosa
Deu lugar a um retrato
De uma senhora sestrosa!

– É sua mãe, Capitão?
– É , e vem nos visitar!
não fale em pirataria
que a mamãe não vai gostar!

Quem achou que foi um sonho
Que mudou o Capitão
Está bastante enganado
Tem ingênuo coração!

Foi mesmo a correspondência
Que recebeu de um pombinho:
Mamãe vai te ver, “tesouro”!
e já estou no caminho!

E Estou muito orgulhosa,
dessa sua profissão
pois soube que és pescador
e também que és Capitão!

E fiquei tão curiosa
e mesmo assim preocupada:
nunca soubestes nadar!
mas vejo que agora nada!

Vou querer demonstração
das tuas habilidades!
quero mergulhar contigo
depois das atividades!

Também espero que tenhas
mudado o comportamento
que não penses em beldades
a cada e todo momento!

Pois a mamãe sempre disse
que há muita bruxa escondida
sob a pele de sereia
tenha cuidado na vida!

Já estou bem ansiosa
e já quero te abraçar
não precisa ajeitar nada
arrumo quando chegar!

Mãe é mesmo autoridade
Que comanda o coração
Não tem pirata que lute
Quando a mamãe tem razão!

Por Mari Bigio

Sobre Mariane Bigio

Poeta e Videasta. Eu faço versos como quem chora, ama, brinca, ri.... Eu faço versos como que vive.
Esse post foi publicado em CORDEL, Cordel para Crianças e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s